(...)


Acabou o tempo em que escrevi por ti, para ti, sobre ti.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Escravas do teu poder!

Vives tu, meu rei, num reino tão distante. Vives tu, dono do teu poder. Vives tu, e as tuas escravas, as tuas tão apaixonadas escravas. Vives comigo, mas distante. Trazes contigo um reino, onde nem um cantinho existe para me reconfortares. És dono de ti e do teu mundo, não penses que vives no meu e que fazes toda a diferença. Posso ser tua,mas tu terás de ser do meu mundo, daquele onde vivo. Sou a tua Cinderella, mas só nos contos de fadas irreais. Sempre fui alguém sincera, sempre te dei a melhor fruta para comeres. Mas agora pergunto. Para quê tanto carinho se tu em troca nem me das um pequeno cantinho. Seremos sempre escravas no reino em que viveis, mas no nosso seremos as donzelas que nunca conhecereis.

Daniela Vieira

2 comentários:

  1. Eu não faria melhor meu anjo. Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. O blog "um quotidiano 1001 cores" aderiu a uma nova funcionalidade, que certamente já visualisaste em muitos sites.
    Ao entrares vês de imediato a opção de "gosto" relativa ao facebook, caso o blog seja do teu agrado e gostes de o consultar diariamente/semanalmente/mensalmente terás a oportunidade de mostrar que realmente "gostas", não só do texto como do visual, ao clicar num botão.
    Meu/minha querido/a bloguer caso também tenhas alguma opinião a mandar acerca do visual ou do modo de escrita, estou aberta à recepção das tuas opiniões que talvez me façam muito jeito.
    Obrigada pela atenção, beijinhos :)

    ResponderEliminar